Como calcular taxas de importação de produtos

Infelizmente, sempre que comprarmos um produto no exterior, existe a possibilidade de nossa compra ser taxado pela receita federal. Muitas vezes mesmo tento o produto taxado, ainda vale a pena comprar no exterior, devido os altos preços de venda de produtos importados dentro do Brasil.

importar-produtos

Para saber se vai compensar ou não comprar o produto no exterior, precisamos saber exatamente como funciona o cálculos das taxas para não ser pego de surpresa. Fizemos uma ótima analise do conteúdo do projeto Clube do Importador (http://clubedoimportador.com/), e listamos aqui as melhores práticas para analisar as taxas de importação.

Isenção

Envios de pessoa física para pessoa física, com valor de até U$ 50,00 são isentos de taxas, mas claro na maioria dos casos nos vamos comprar de pessoa jurídica (empresas), então temos que pensar sempre na taxa. Também são isento Livros, revistas e jornais.

Fonte: http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/rts.htm

Vale lembrar que muitas encomendas, embora estejam passiveis de taxa, acabam por não ser taxadas devido a grande quantidade de produtos que passam pela alfandega todos os dias, tornando impossível controlar todos. Então acabam por ser taxados os mais visados, com maior tamanho, valor, ou peso.

A TAXA DE IMPORTAÇÃO

TAXA = 60% do valor da encomenda (valor do produto + frete + seguro (caso você tenha contratado)).

É possível fazer os cálculos utilizando o site http://www.tributado.net/.

Exemplo de cálculo de Taxa

Vamos imaginar a compra de um Smartphone no Walmart.com por 99 dólares, o frente total (utilizando um redirecionador de encomendas) ficou em 20 dólares; seguro não contratado não acrescentou nenhum valor, então temos no final uma encomenda de 119 dólares.

  • Taxa em dólar: 119 dólares x 60% = 71,4 dólares
  • Considerando a cotação do dólar/real em 10/02/2015 R$ 2,83, vamos calcular:
  • Valor da encomenda (U$ 119) + taxa (U$ 71,4) x cotação do dólar (R$ 2,83)

Resultado final da compra = R$ 538,83

Obs.: você deve considerar também a cobrança do IOF do seu cartão de crédito (6,38% do valor da compra); porém algumas lojas no exterior como o Aliexpresss já estão aceitando boleto bancário com objetivo de conquistar mercados como o Brasil.

Agora resta saber se o valor final da compra ficou mais barato ou mais caro do que comprar no Brasil. Se em sua análise verificar que no Brasil está mais caro, corra para fazer compras no exterior!

Existe maneira de não pagar taxas?

Não é possível garantir a não taxação de sua encomenda, porém existem diversas maneira de diminuir essa possibilidade ou de até diminuir o valor da cobrança, para isso você deve conhecer principalmente o uso do redirecionador de encomendas e de técnicas corretas de importação, recomendo o curso Importador Profissional do Erick Oliveira, que ensina passo a passo como fazer cada um desses procedimentos.

Boas compras!

Doença Renal e Diabetes – Causas e Tratamentos

doenca-renal-diabetesNo passado, era comum pessoas com diabetes desenvolverem doença renal (nefropatia diabética). Atualmente, o teste de glicemia mais prático e os avanços no tratamento do colesterol e da pressão alta contribuíram para reduzir as chances de desenvolver doença renal.

A doença renal é um problema real para muitas pessoas com diabetes. Manter a glicose no sangue, a pressão arterial e os níveis de gorduras no sangue (lipídios) em uma média saudável irá reduzir o risco de desenvolver problemas nos rins. Quando os problemas renais são descobertos precocemente existem tratamentos disponíveis, que podem atrasar o seu progresso.

O teste de triagem para a doença renal precoce é feito mediante coleta da urina e é chamado de microalbuminúria. O recomendado é que fazer este teste pelo menos anualmente, pois assim é possível detectar a doença mais rápido.

O que é a doença renal diabética?

O diabetes pode danificar pequenos vasos sanguíneos em seu corpo. Isto ocorre, geralmente, quando os níveis de glicose no sangue ou pressão arterial permanecem elevados por longos períodos de tempo.

O rim é um órgão que contém muitos vasos sanguíneos muito finos. O diabetes pode danificar esses vasos e torná-los espessos. Eventualmente, eles se tornam permeáveis e, em vez de filtrar o sangue adequadamente para se livrar das toxinas, eles começam a dispensar na urina nutrientes importantes, como a proteína. Nosso organismo precisa de proteína, ela não deve ser descartada na urina.

Se os danos nos rins pioram, o organismo não é capaz de descartar suas toxinas residuais corretamente e elas começam a acumular no corpo, causando mais danos e complicações de saúde.

Além disso, outros problemas podem ocorrer em pacientes diabéticos que podem piorar a doença renal, como, por exemplo, infecções urinárias frequentes. Ao longo do tempo isto pode agravar o dano renal. E, pessoas com diabetes também podem desenvolver problemas de retenção de urina (dificuldade para esvaziar a bexiga), o que pode causar uma acumulação de pressão no rim e aumentar os danos nos rins.

Como evitar o desenvolvimento da doença renal diabética?

Há passos importantes que você pode tomar para reduzir significativamente a sua chance de desenvolver problemas nos rins:

  • Mantenha sua pressão arterial em uma média saudável;
  • Faça o teste de urina (microalbuminúria), pelo menos uma vez por ano;
  • Se você fuma tente reduzir ou, melhor ainda, pare de fumar o mais rápido possível;
  • Mantenha os níveis de colesterol no sangue dentro dos padrões médicos;
  • Controle os seus níveis de glicose (açúcar) no sangue.

Além disso, é vital que você que mantenha sua diabetes controlada. Para isso, você deve adotar um tratamento para diabetes eficaz e capaz de controlar ou até mesmo reverter o diabetes. Veja o depoimento de uma diabética que conseguiu controlar o diabetes naturalmente:

Caso tenha interesse em saber mais sobre como controlar o diabetes naturalmente acesse o link abaixo:

http://fatordiabetes.com/programa-diabetes-controlada-dr-rocha/